quarta-feira, setembro 30, 2009

Longe ou Perto?

Longe
Fico desamparado
Reaparece o iceberg da inquietude, da impulsividade
Antigos demônios voltam a atacar
Renasce o artista

Perto
Acalma meus nervos
Fico mais cansado
Mas me sinto confortado
Sem sentir aquele vazio
Que me faz escrever
Para preencher

Prefiro o perto
Mas é mais incerto
A criatividade se limita
Mas eu me reinvento
Não é possível que é preciso sofrer para amar
Desacredito do sofrer para escrever

Sim, amar é sofrer

Amor, quero que me inspire
Me desperte
Me faça
Que cresça o artista maduro
E não o artista doente que precisa de injúrias para se expressar

José Teles

segunda-feira, setembro 21, 2009

Luta pela moralidade

Em tempos modernos
Diferenças de pensamentos
Falsa integridade
Medo de idéias próprias
Corrupção
Mentes roubadas
Hipnotizadas
Alienadas
Hibernação
Crescimento de utopias
Ilusão
Escravidão
Não há saída

Juventude luxuriosa
Devassidão

Não há lugares a esconder
Solidão de empatias
Corrompido
Condenado

Somos todos doentes!

José Teles

sexta-feira, setembro 11, 2009

Meu amor morreu

Meu amor morreu
Cresceu um novo amor
Um daqueles floridos
Cheio de cor
Amor esplendor

Morreu a insegurança
O incerto
Aquele amor
Que machucava meu amor

Agora está livre
Ama o leve
Quer que você chegue breve
Mostrar esse novo
Que me fez de novo

José Teles

quarta-feira, setembro 09, 2009

Morte de uma estrela




Fotografia tirada em 27 de julho e cedida hoje pela Nasa mostra uma estrela moribunda, com massa cinco vezes superior à do sol, rodeada por gases de 19.982 graus centigrados. A nebulosa chamada de Mariposa foi captada pela nova câmara do telescópio espacial Hubble